Tuesday, March 29, 2016

Moribundo

Morre nāo morre 
Pendura-se 
Por fino fio
Sustenta-se 

Sorve gotas de ternura
Alimenta-se 
Da escassa matéria 
Dos sonhos

Mingua,
Moribundo
Arfa 
Suspira 

Segue
Resignado
Em direção à luz



No comments:

Post a Comment