Thursday, November 14, 2013

Para meu amigo

Querido amigo, espero que saiba que é amado, que sinto sua falta. Espero que não sinta dor e que não tenha medo. Espero que possa perdoar minha ausência e minha incompetência, minha inabilidade de encontrá-lo a tempo. 

Saiba que o perdoei por perder a fita pirata da banda que nem existe mais.  Gostaria que pudéssemos, para sempre, falar dessa fita. Gostaria que continuássemos a partilhar nossos sonhos, a tomar uma cervejinha, a dançar e a contar piadas.

Meu querido amigo, gostaria de ter sabido, de ter estado mais perto. Gostaria de ter lhe apoiado e de que ainda houvesse tempo para ganhar a confiança da sua família, dos seus filhos. Gostaria que me chamassem de tia e que eu os ajudasse a crescer. Gostaria que conhecesse minhas filhas e que risse com elas. Sei que o faria!

Gostaria que tivéssemos nos encontrado novamente e falado sobre a vida, sobre o quanto crescemos e como tudo acabou sendo tão diferente. Gostaria que tivéssemos rido disso e que tivéssemos percebido que estávamos bem, que estava tudo bem.

Mas é tarde, meu amigo. É tarde e eu me sinto impotente. Não posso vê-lo, não posso resgatá-lo, não posso salvá-lo, nem posso fazê-lo rir. Posso apenas esperar, meu querido amigo, que você saiba que é amado. Posso apenas implorar, a todas as forças, que você possa seguir em paz. Adeus, meu amigo!   

No comments:

Post a Comment